A MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta, em colaboração com a European Cyclists’ Federation, enviou um questionário aos candidatos dos partidos e coligações participantes em Portugal nas eleições para o Parlamento Europeu do próximo dia 26 de Maio.

A União Europeia deve liderar uma mudança de paradigma na mobilidade, dado ter competências para tornar possível uma mudança real. Pode garantir um investimento adequado em projectos para a mobilidade em bicicleta, investindo em locais como Portugal e contribuindo desse modo para que o país alcance dentro da próxima década a quota modal média europeia de utilização da bicicleta, com os enormes benefícios daí resultantes. Pode tornar os veículos e as ruas e estradas mais seguros para todos, alterando os requisitos de projecto dos automóveis, e assegurando a existência de elevados padrões de qualidade para a infraestrutura. Pode ainda contribuir, através da adopção de uma Estratégia para a Utilização da Bicicleta à escala da União Europeia, para que seja alcançada a meta ambiciosa do aumento da utilização da bicicleta global na Europa em 50% até 2030.

Os benefícios socioeconómicos anuais da utilização da bicicleta na União Europeia estão avaliados em centenas de milhares de milhões de Euros. A utilização da bicicleta pode contribuir de forma determinante para o desenvolvimento futuro das regiões e cidades europeias. O potencial de crescimento desta utilização é enorme, em especial em países como Portugal, onde a quota modal das deslocações feitas em bicicleta é ainda inferior a 1%, comparativamente à actual média europeia de 8%.

Se pretendemos salvar milhares de vidas com a redução das fatalidades resultantes da sinistralidade rodoviária, reduzir significativamente as emissões de CO2 através da transferência modal para os modos de transporte com menor intensidade carbónica e energética por passageiro-quilómetro, economizar milhares de milhões de Euros aos Sistemas Nacionais de Saúde através do aumento da mobilidade activa e de melhor qualidade do ar, ou criar centenas de milhares de novos postos de trabalho para os cidadãos europeus, a mobilidade em bicicleta deverá estar no centro da atenção dos decisores políticos. Para isto, é também fundamental o compromisso das políticas nacionais e que a par destas as políticas locais acompanhem efectivamente as recomendações europeias.

No questionário são solicitadas a visão e opiniões dos candidatos acerca de alguns assuntos que fariam uma grande diferença para quem utiliza ou pode vir a utilizar a bicicleta. Como nossos representantes no Parlamento Europeu, terão de tomar decisões sobre muitos desses assuntos, sendo por conseguinte as suas opiniões muito importante para os muitos actuais e potenciais utilizadores de bicicleta que votarão no próximo dia 26 de Maio.

Juntamente com o questionário, foi disponibilizado um compromisso que convida os candidatos a apoiarem a utilização da bicicleta no mandato parlamentar que se avizinha.

Mais informações acerca desta iniciativa da European Cyclists’ Federation, incluindo o ‘Manifesto for the 2019 European Parliament Elections’ que contém quatro metas que a União Europeia deverá alcançar até 2030 e dez recomendações de políticas nesse sentido, estão disponíveis em: https://ecf.com/ecf-european-parliament-elections-campaign-0

O conteúdo do questionário e do compromisso está disponível aqui.

Comments are closed.